Cristina Ferreira

sábado, 6 de junho de 2015

Hey USA 1 - Prazer, meu nome é Gabi!

Hello people! Como estão? :D 



Se você está pensando "quem é essa doida?", "o que ela está fazendo aqui?", "cadê a Cris?", muita calma nessa hora! Ta tudo certo, termina de ler o post! hehe

Meu nome é Gabriella, eu sou de Campo Grande - Mato Grosso do Sul - BRASIIIL, mas no momento (até 22 de Setembro de 2015) estou morando em Albany - NY (capital de New York, mas ninguém sabe), pois aqui nessa cidade linda eu moro com uma família americana (bonitinha também) e faço o intercâmbio de au pair.
Meu dia de marcar presença aqui nessa página é no sábado, então se você quiser ficar ligadinho no que está acontecendo na minha vida de estrangeira alegre e o que está se passando na minha cabeça doidinha, dá uma clicadinha aqui no blog todo sábado! Eu vou escrever sobre como é a vida aqui na terrinha do Mickey (pra mim é mais legal falar Mickey do que Tio Sam, ou talvez seja mais interessante falar 'na terrinha do Capitão América lindo maravilhoso', aliás, como é mesmo o nome do ator?).
Para começar, vou fazer um resuminho (de verdade) do meu processo para vocês, quem tiver dúvida dá uma comentada que eu respondo com prazer!

Senta que lá vem história:

Eu decidi ser au pair com 18 anos. Estudava Psicologia (tranquei, não faça isso, agora já foi), já tinha tirado minha CNH, juntei meu dinheirinho suado, fui na agência, fiz o teste de Inglês, passei de primeira, parcelei a taxa de pagamento em umas mil vezes, mas tá bom. Se você estudar você vai passar. Minhas experiências com crianças foram (aperta o cinto): fui babá, trabalhei em festas infantis, buffet infantil, fiz trabalho voluntário em abrigo, e ainda tem uns primos que eu ajudei a cuidar mas não deu tempo de eu submeter o formulário para contar nas minhas horas de experiência. Demorei um tempo pra ficar online porque tive uns problemas pessoais, fiquei online por 3 meses, tive 4 famílias no perfil (uma delas indicada), fechei com a que senti mais segurança, porque 2 não me quiseram e a outra era legal mas tive o tal do "feeling" com a minha. 

Tudo lindo, fui tirar o visto, entrevista tranquila (esqueci o nome da cidade onde eu iria morar quando a cônsul perguntou, abafa o caso), passei (ainda bem, pois não tinha mais dinheiro nem pra comprar um chiclete Babaloo), recebi meu passaporte, tinha ainda 4 meses até a data de embarque, vendi o meu carrinho, tranquei a faculdade (nãofaçaisso), tranquei a bolsa da faculdade (sou ProUni), resolvi a minha vida. Chega a semana do embarque, EEEEE o//.

SÓQUENÃO. Fui buscar um último exame de rotina que minha médica ginecologista pediu pra eu fazer, descubro que estou com um cisto ovariano. Fico tranquila, afinal, nunca tive cólicas fortes ou nenhum problema quanto a isso. Fui pra AuPairCare perguntar se o exame que eu tinha que fazer regularmente seria cobrido pelo convênio que a gente tem (a burra). Não quiseram nem me perguntar se era um cisto no dedo, na cabeça, no pé.. Cancelaram a minha viagem no mesmo momento. Cancelaram meu login no sistema AuPairRoom, cancelaram TUDO, 6 dias antes da minha viagem! UHU o//, só que não.

Enfim, depois disso, graças aos meus host parents, que insistiram em mim e os dois são advogados, consegui vir. Remarcamos minha passagem aérea 3 vezes, fiz a cirurgia de remoção do cisto (porque esse seria o único jeito de eles não terem motivo nenhum para me impedir de vir), e vim, bonita, alegre e feliz (e com raiva da APC).

Desde que entrei naquele avião, tenho vivido os dias mais intensos da minha vida! Não tem UM só dia em que eu não aprendo algo novo! E o mais importante: Não tem um só dia em que eu não penso em desistir, mas é por isso mesmo que eu sei que eu estou no caminho certo, pois o caminho certo sempre é o mais difícil. :)

E você, quem é? Em qual parte do processo está? Quais são seus medos? E as suas coragens? Comenta aqui embaixo que eu vou amar ler a sua experiência! Estamos todos no mesmo barco e aqui para nos ajudar!

Sugestões, dúvidas, elogios, comentários, me recomendar uma comida boa: Comenta aqui! :)

Um beijo no coração de vocês, e may the odd be ever in your favor

Gabi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Meninice Aguda - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina.
Tecnologia do Blogger.
Design por
imagem-logo
Unicorn Design