Cristina Ferreira

domingo, 10 de janeiro de 2016

Vasróvia


A Varsóvia (Warsaw) é a capital da Polônia, é a cidade mais importante do país e combina modernidade de uma cidade capitalista e cheia de grandes multinacionais com uma cidade histórica.
A maior parte da cidade foi totalmente destruida durante a Segunda Guerra Mundial e teve de ser reconstruída. Além disso, somente um terço da população permaneceu na cidade, muitos faleceram ou deixaram a cidade na época. O centro histórico da Polônia é patrimônio da Unesco e foi reconstruído depois de ser destruído na Segunda Guerra.


1) Chegando na Varsóvia: chegamos no aeroporto de Modlin (que só opera pela querida Ryanair), de lá pegamos um ônibus que foi até uma estação de trem muito pequena (era muito pequeno mesmo) onde pegamos um trem até a estação Warsawa Centralna, o trem mais ônibus custaram  17 slotz. O caminho desse trem parecia um cenário do Silent Hill um nevoeiro e com muitos lugares abandonados e destruidos pelas Guerras. 
Para a volta compramos um transfer da empresa Modlin bus que sai da frente do Palácio da Cultura e vai até o aeroporto, custou 33 slotz e compramos  online neste site.  

2) Onde ficar na Varsóvia: ficamos no hostel the Warsaw Hostel que fica perto da estação central (não tão perto), são uns 20 minutos a pé. Pagamos 36 zlots por uma diária, o ponto negativo do hostel é que não tinha placas grandes indicando sua localização e ficamos um bom tempo procurando a entrada do mesmo. Depois que entramos subimos um andar de escadas e passamos por um centro de convenções e um salão, o hostel ficava no fundo do prédio. Os quartos eram limpos e relativamente grandes. Os banheiros eram bons, mas o chão alagava um pouquinho. A cama era bem ruim para subir e balançava bastante. Tinha uma cozinha para esquentar as comidas. No geral é um Hostel bom e bem localizado. 

3) O que fazer na Varsóvia: visitar o Palácio da Ciência e Cultura, ir a Old town. Como fomos no Natal estavam rolando os Christmas Markets e uma pista de patinação de gelo na Old town.
Fiquei com um pouco de medo no caminho aeroporto - centro, mas na hora que saímos da estação tudo mudou.  A primeira coisa que vimos ao sair da estação Central são esses arranha céus modernos, que impressionam pela beleza e moderna arquitetura. O que impressiona é a cidade moderna capitalista que até 1989 era comunista e dominada pela URSS.




Palácio da Cultura e Ciência

O prédio mais lindo é o Palácio da Cultura e Ciência de Vasróvia que é um dos prédios mais lindos que tem por lá e com uma das vistas mais maravilhosas da cidade. No entanto, os poloneses não gostam desse prédio devido a sua história. Há quem diga que a vista de cima dele é a melhor da cidade, pois não pode ser ver o prédio. O problema é que a construção do prédio é ordem de Stalin - líder da URSS que dominava todo o Leste Europeu até a Alemanha Oriental. Por isso o prédio é uma lembrança do domínio comunista da URSS na Polônia. 

Depois de passar na praça em frente a estação Central caminhamos até a Old Town, que é a parte histórica da cidade que foi reconstruída. Passamos pela Universidade de Vasróvia,  pelo palácio da Presidência e chegamos a Old Town. 




Palácio da Presidência
Ao chegarmos na Old town fomos à Praça principal, de lá caminhamos pelas ruas da Old town apreciando os prédios. Como era Natal passamos por vários Christmas Markets e olhamos souvenirs e diversas comidas que pareciam deliciosas. O Natal é a melhor epóca do ano para visitar as cidades (apesar do frio), são muitas atrações e mercados e as cidades estão decoradas e lindas.


Da praça principal fomos à Praça Rynek Starego Miasta, onde estava montada uma pista de patinação de gelo. A pista abria no fim de semana que a gente chegou lá, e tinha várias atrações/shows de natal acontecendo, devido a isto a região estava muito movimentada.

Pista de patinação gratuita



Essa praça situada no coração da cidade velha foi totalmente destruída pelos durante a Segunda Guerra. Toda praça foi construída novamente em 1953, com as casas coloridas de inspiração renascentista e barroca.


Para patinar no gelo era de graça se você tivesse seu próprio patins, e para alugar um na hora a taxa era de 10 slotz por uma hora e 5 slotz para meia hora. As filas estavam muito grandes e havia muita gente querendo patinar. 

O antigo Castelo
Entre a região da Old town e o palácio da Cultura passamos pelo memorial em homenagem aos soldados da Segunda Guerra. 



Tumulo do solado desconhecido

O Túmulo do Soldado Desconhecido  (o monumento  da foto acima) é dedicado aos soldados desconhecidos que deram suas vidas para a Polônia. É um dos muitos túmulos nacionais de desconhecidos que foram erguidos após a Primeira Guerra Mundial, e o mais importante da Polônia. No memorial fica uma chama acesa constantemente e dois guardas que ficam cuidando do tumulo 365 dias por ano. O monumento está localizado na Praça Pilsudski. 


DICA: Não saia de lá sem tomar um vinho com especiarias (uma espécie de quentão), era muito bom para aquecer no frio que estava e custa 10 slotz.
No geral a cidade vale a visita é muito bonita e também conta com baladas muito boas, não pagamos para entrar em nenhum museu porque nosso tempo e dinheiro estavam escassos. 


Beijos de Luz. 
Cristine

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Meninice Aguda - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina.
Tecnologia do Blogger.
Design por
imagem-logo
Unicorn Design