Cristina Ferreira

sábado, 12 de março de 2016

Au Pair - VISTO NEGADO

 Hey galera, tudo bem? Aqui é a Cris, demorei mas voltei! hehe

 Hoje o assunto não é muito legal, quem já teve visto negado sabe bem disso! Mas o lado positivo é que raramente o visto de au pair é negado, então se ainda não foi tirar seu visto, calminha, pois vai dar tudo certo pra você!

 No vídeo abaixo, falo um pouco sobre o desenrolar da história em relação a agência e host family, e no decorrer do post irei relatar como foi minha experiência no consulado, sugiro que assistam o vídeo antes :)




 Em novembro de 2015 fui eu (ansiosa pós match), agendar minha entrevista no consulado de São Paulo. A minha agencia no Brasil era a Ie Intercambio e como eu não paguei despachante, minha agente não me ajudou em nada sobre o visto. Então comecei a preencher o application do consulado (tudo pelo site) sozinha, agendei um dia para tirar a foto e pegar as digitais e em outro dia foi a entrevista no consulado. 

 Em São Paulo, fiquei hospedada na casa de minha amiga Renata (também aspirante a au pair), ela e sua mãe foram duas fofas comigo, o que me ajudou e muito a não estar completamente surtando de nervosismo (gratidão eterna Re!). 
 Quando fui tirar a foto foi tudo bem rápido, não teve fila nem nada, só demorei pra chegar até lá. Pegamos ônibus, metrô e trem (se bem me lembro). É rápido porque você só vai deixar suas digitais e tirar foto, nesta ocasião tu vai precisar do passaporte e o comprovante de agendamento de visto, eles pedem que você leve foto, mas não foi necessário. Ah, eu paguei 640 reais quando fiz a inscrição.

 No dia do consulado me arrumei como minha agente me aconselhou, bem simples (calça jeans e blusinha). Não enfrentei muita fila, e de documentos, pediram o ds160, passaporte, comprovante de agendamento e pagamento. Você é revistado e depois encaminhado a um balcão onde diz que vai como au pair, aí te encaminham a fila de estudantes (que é bem menor que a fila de turismo). Fui encaminhada a uma cabine a direita (meu coração já estava na mão), mas era só pra revisarem meus documentos, depois fui encaminhada para o cônsul. 

 Meu cônsul parecia uma pessoa legal rs, mas tinha acabado de negar um visto, aí foram dois casais aprovados a minha frente e chegou minha vez! Ele me deu bom dia, perguntou qual o motivo do visto, onde eu iria, o que eu fazia no Brasil, se eu estava estudando, se eu iria estudar nos Estados Unidos, e visto negado. Sim, foi rápido assim! Eu paralisei, e perguntei o porquê, ele respondeu que eu precisava me estabilizar no Brasil primeiro. Motivo? Falta de vínculos (o fucking papel rosa). 

 Não desisti, então fui eu pagar tudo de novo e tentar novamente, desta vez com ajuda da minha agente (despachante); precisamos aplicar para o visto again, e pagar novamente, repetir tudo de novo e como se fosse a primeira vez... desta vez fui no começo do mês de dezembro como me aconselharam. Agendei no consulado de São Paulo de novo (talvez esse tenha sido meu erro).

 No dia da entrevista tentei estar confiante, coloquei Deus na frente e assim que o cônsul me chamou eu disse: "Seja feita a tua vontade!".

 O cônsul perguntou: "O que vai fazer lá?, pra onde vai?, qual seu programa de tv favorito?"... estava tudo indo lindamente quando ele: "Você já teve visto negado?", eu disse que sim, infelizmente. O clima já mudou, uma vibe tensa, e ele perguntou onde eu tinha tentado anteriormente e eu disse que foi ali em São Paulo mesmo, então ele ficou claramente decidindo se iria aprovar ou negar, parecia que estava fazendo bem me quer, mal me quer - olhava pra mim e depois para o computador - e eu ali orando, implorando pra Deus que ele aprovasse. Então ele se levantou (e quando eles levantam é 99% de chance que foi negado), mas fiquei ali ainda orando, e ele voltou e pegou o papel rosa, naquele momento minha vontade foi de espernear e implorar pra ele não negar, e era nítido a expressão de dó na cara dele; "eu sei que você investiu dinheiro, mas infelizmente eu não posso aprovar", disse ele. Eu perguntei o porquê, e ele disse que havia passado pouco tempo desde a ultima tentativa e por isso não poderia aprovar, eu implorei (porque ele deu essa brecha, tenho que confessar), argumentei que não daria mais tempo de fazer o intercambio depois da faculdade, disse que eu iria casar, tentei de tudo, e ele disse pra eu tentar daqui uns dois anos, depois de ter começado a faculdade, e que eu ainda era nova... visto negado! Novamente.  

 E foi assim, voltei de São Paulo sem esperanças, sem rumo... confesso que uma depressão me pegou, ainda procuro uma razão, algo em que acreditar, talvez um novo sonho pra sonhar, mas a verdade é que a dor é pra ser sentida (nossa Cris que depressiva!), sim, eu ainda estou meio depressiva, talvez essa seja a primeira vez que admito isso, mas é impossível ser indiferente diante de um sonho frustrado, principalmente quando você estava a um passo dele. Mas a vida continua, não é? 

 Bem, eu comecei a cursar letras, estou trabalhando em algo que nunca fiz antes, e por enquanto essa é a vida! Mas não desisti de fazer intercambio, e como disse no vídeo, provavelmente eu tente de novo, mas agora sem agencia. 

 Eu contei no vídeo como ficou a situação com a host family e falei também sobre a agencia e o dinheiro que gastei, quem não assistiu é só clicar aí em cima :)

 Qualquer novidade eu volto contar a vocês! Ah, Curtam a página do blog! Estou sempre por lá: Pagina Meninice Aguda

 As vezes a vida te obriga a descobrir-se novamente, e isso pode ser maravilhoso! 


- Cristina Ferreira




















7 comentários:

  1. Fiquei emocionada com o seu texto. Continue firme e forte amiga ;)

    ResponderExcluir
  2. Me emocionou o seu texto também.Sei como é. Já tive visto negado, mas não era para intercâmbio. Por isso mais ainda meu medo.. Mas, estou pela graça do Senhor. Vai dar tudo certo!
    E fiquei bem.. Já já você tenta novamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Dani! Eu tbm fiz tudo pela graça do Senhor, mas as vezes Deus nos permite passar por algo que não entendemos de inicio, mas eu sei que eu tive que passar por isso, agora é seguir em frente. Eu tenho certeza que quando for pra ser, será. Pode ser o teu momento agora, então vai fundo! Deus abençoe! <3

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. oooi,
    Quando você foi tirar o visto você levou documentos que comprovassem vínculos? (No caso você não tinha começado a faculdade, então o trabalho no Brasil garantiria esse vínculo?).
    Você poderia especificar os documentos que levou?
    Beijo, e obrigada pelo espaço e por compartilhar com a gente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Josi
      então, o trabalho consta como vinculo sim. Eu não me recordo de todos os documentos que levei, mas quando vc está preenchendo as coisas para o visto, o site do consulado avisa o que precisa levar.

      Excluir

© Meninice Aguda - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina.
Tecnologia do Blogger.
Design por
imagem-logo
Unicorn Design