Cristina Ferreira

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Roteiro dois dias em Dublin

Oi, gente é a Cristine B. e hoje finalmente vou falar sobre o que eu faria se estivesse visitando Dublin, a cidade que eu morei por quase um ano. Este é o roteiro que eu fazia quando recebia alguma visita.

Dublin Vista de cima

Dublin é linda, mas prepare-se com capa de chuva e bastante roupa se for entre outubro e abril. No verão as temperaturas são mais quentes, mas sempre pode haver um dia mais frio.
Uma dica é se hospedar nos Bairros Dublin 1 e Dublin 2 que são os mais acessíveis e todos pontos turísticos ficam localizados ali. 

Dia 1

Comece pelo Spire, que é uma espécie de agulha gigante que fica no meio da O'Connell Street uma das ruas mais importantes de Dublin. Praticamente ao lado está o prédio dos correios, um importante símbolo da independência, pois ali foi declarada a criação da República da Irlanda.
O Connell Street e ao Fundo o Spire
Se quiser ir as compras aproveite para passar pela Henry Street, rua para pedestres com muitos shoppings e lojas como H&m, Zara, Forever 21 e barata Primarik que em Dublin se chama Penneys.

Atravesse o Rio Liffey, que divide Dublin entre Norte e Sul na Halfpenny Bridge. A ponte é um cartão postal de Dublin, foi construída em 1816 e foi a primeira ponte para pedestres a cruzar o Liffey.


Siga para a região do Temple Bar e tire algumas fotos do bar mais famoso de Dublin enquanto é dia e as ruas não estão tão cheias. 


O temple Bar com a Bandeira do RS (meu estado)

Após um passeio rápido nesta hora do dia pelo Temple Bar vá até a Trinity College Dublin, se possível visita a Biblioteca de mais de 300 anos e a exposição do Livro de Kells que tem mais de 1500 anos. Para entrar são 10 euros. 
Fachada da Trinity College Dublin


Dentro da Trinity College
Passe em frente a estátua da Molly Malone, que fica perto da Grafton street. A estátua é a mais famosa de Dublin e foi inspirada na música sobre a moça que vendia mariscos no mercado, embora pelos trajes se desconfie que a sua profissão era outra.
Molly Malone

Após siga para a Grafton Street, rua de compras com diversas lojas e marcas de grife, aproveite e veja os diversos artistas que ficam dançando, tocando e cantando na Rua. 
Grafton Street (Foto do Google)
Entre no shopping St Stephen's Green, o shopping não tem muitas lojas, mas é muito bonito. Se estiver com fome é uma boa opção pois tem vários restaurantes e lanchonetes.
St Stephen's Green shopping
Visite o parque St. Stephen's Green, muito lindo com seus lagos cheios de cisnes, gaivotas e pombas.
Os patos e gaivotas no parque
Vá até o Dublin Castle, o castelo da cidade de Dublin que era a casa da Monarquia inglesa antes de ser criada a República da Irlanda. O castelo foi reformado no século XVIII depois de incendiar totalmente, a única peça original do castelo antigo é uma torre de pedra. Não acho que vale a pena entrar no castelo, somente a visita a ele e os jardins.


A torre é a única parte que sobrou do Castelo original 
O castelo

Os jardins do Castelo
Siga até a catedral ChristChruch, que é muito bonita por fora e por dentro. Ao lado está atração Dublinia, um museu que conta como era Dublin na época de dominação viking, preços e horários aqui.


Christ Chruch Catedral
Por último visite a catedral de São Patrício, com seu jardim maravilhoso e um interior ainda mais lindo. Custa 5 euros para entrar. 

O interior da Catedral

Dia 2

Comece o dia com a visita guida pela Guiness Storehouse, lá pode-se ver como é fabricada, embalada, e distribuída a cerveja. Além disso é oferecida uma degustação e uma pint para ser desfrutada no Garavity bar, um bar panorâmico que tem uma vista linda para a cidade de Dublin. Chegue cedo, pois sempre lota. Ingressos e horários aqui




Vista do Gravity Bar
Depois vá até a prisão Kilmainham Gaol uma prisão que data de 1796. A prisão abrigava, homens, mulheres e crianças foi um dos lugares mais importantes nas lutas de Independência irlandesa, tendo vários dos seus rebeldes presos e executados na mesma. O ingresso é 2 reais para entrar e visitar a cadeia com guia.

Dentro da prisão
A tarde vá para o Phoenix Park, o maior parque urbano da Europa. Lá está a casa do embaixador americano, muita área verde e animais como esquilos e veados que ficam soltos pelo parque. É possível alimentar os veados.
O obelisco do Parque
No final do dia aproveite e visite a região do Temple Bar, vá a um pub e peça uma pint. 

Enfim, é isso que eu faria se tivesse dois dias em Dublin. Em um terceiro ou quarto dia eu aproveitaria e faria um passeio até os Cliffs of Moher ou até a calçada dos gigantes na Irlanda do Norte. 

Beijos e até o próximo destino 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Meninice Aguda - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina.
Tecnologia do Blogger.
Design por
imagem-logo
Unicorn Design