Cristina Ferreira

domingo, 18 de dezembro de 2016

Empoderamento: Como amar seu corpo

 Hey galera, tudo bom? No post de hoje vamos ter um papo sobre nossos corpinhos!

 Não estou aqui para ditar regras, nem dizer que você precisa se aceitar ou se achar linda sempre (é claro que se você já se sente assim, es uma pessoa evoluída!), mas tudo bem se algo em você lhe incomodar. Tudo bem querer mudar, tudo bem não se sentir linda todos os dias. O que não é bom é se sentir assim por causa de padrões, familiares ou outro alguém. 

 Viver se comparando é cruel e insensato, já que somos pessoas distintas, em formas diferentes. 
 E quem disse que a sua forma não é bela? Quem determinou o que é bonito e o que é feio? Dentre a diversidade da aparência humana, por que só um tipo físico é aceitável como bonito? Por que um tom de pele seria melhor que outro? Por que ter mais ou menos gordura te torna uma pessoa feia? Ou por qual motivo crescemos determinando que tal tipo de cabelo é bom e o outro é ruim? O que te faz pensar que não é bonita?
 Eu digo o motivo; REPRESENTATIVIDADE! Temos um tipo de beleza imposta a nós, por meio de TV, revistas, em toda parte. E todo biotipo diferente do que a mídia impõe, é tido como fora dos padrões e consequentemente, passamos a buscar uma aparência que não é nossa. Mas a verdade é que estar fora do padrão não é uma coisa ruim, já imaginou que chato seria se fossemos todos iguais? Mesmo tom de pele, mesmo cabelo, mesmo corpo... 



 Passei grande parte da minha vida esperando um amanhã. Porque amanhã serei mais bonita, amanhã conquistarei meus sonhos, amanhã irei impor minha voz, amanhã, amanhã... mas esse dia não chegou. Ou melhor, não precisou chegar. Não preciso estar magra para me sentir bem, ou bonita. Não preciso esperar que eu emagreça para ir curtir o verão, para me apaixonar e muito menos para ser feliz. O amanhã que tanto esperei é o hoje. Hoje reconheço meus defeitos, mas isso não me impede de fazer o que eu quiser. Hoje a opinião alheia não afeta o conceito que eu mesma tenho sobre mim. Pois ninguém me conhece mais do que eu mesma, ninguém nunca me enxergou como eu me vejo. E isso é o mais importante! A forma como você se vê, é a forma como você verá o mundo. Hoje entendo o conceito de amor próprio, ou amar o próximo como a ti mesmo. Tudo isso vem de dentro.


 Então o que fazer? Bom, digo por mim.

 Eu passei a seguir nas redes sociais e admirar garotas com o mesmo tipo de corpo que o meu. Ver como são seguras, estilosas, bonitas e talentosas, me fez aceitar minha beleza do jeito que ela é. Tirar fotos de si mesma, é outra forma de perder a vergonha do teu corpo. Você começa a admirar quem é, e exatamente como é!

 Não preciso emagrecer para finalmente começar a fazer o que eu sempre quis, por que eu já tenho tudo que é preciso. É claro que pensamentos negativos(de anos!), não vão embora de repente. É preciso se policiar diariamente para mudar pensamentos, ações e se tornar mais positiva consigo mesma. E positividade é tudo! Acredite. Sabe a tal da "lei da atração"? Então, é mais ou menos por aí. Positividade gera positividade, e torna a vida mais leve e feliz. E negatividade gera... 
 Por isso, escolha a forma como vai ver o mundo. Comece olhando para si mesmo, com mais amor. 
 E nunca se esqueça que somos perfeitos de formas diferentes.

Nesse vídeo conto um pouco sobre como me aceitei Como comecei a amar meu corpo, quem quiser assistir é só clicar! 

 Ahhh e se você também é gorda/gordinha/acima do peso, segue uns links de sites que vendem biquínis plus size. Não fique de fora desse verão, vai ser feliz e arrasaaaaa! 

 Beijo e Good Vibes! 

- Cristina Ferreira 
@meniniceaguda 



Loja Flaminga - http://www.flaminga.com.br/monte-seu-biquini
Loja Biquíni Avulso - http://biquiniavulso.com/plus-size.html 
Loja Marcyn - http://www.marcyn.com.br
Loja NewChic - http://www.newchic.com

Outras indicações no blog da Ju Romano - http://juromano.com
© Meninice Aguda - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Cristina.
Tecnologia do Blogger.
Design por
imagem-logo
Unicorn Design